Decidi emagrecer! Tem gente que já falou essa frase um milhão de vezes, não é mesmo? Embora viva dizendo dizendo que decidiu emagrecer, parece que nunca decidiu de verdade, porque a gente nunca vê o resultado dessa decisão. Será que a pessoa realmente decidiu?

Você realmente tomou a decisão?

Uma decisão verdadeiramente tomada é aquela que leva em seguida à ação, à atitude. Muitas pessoas decidem coisas e não agem, o que significa que elas não decidiram de fato. A falta de decisão não deixa de ser uma decisão: significa não fazer nada a respeito daquilo para mudar! E também gera resultados – positivos ou não, só Deus sabe!

Você já pensou em como estará e o que estará fazendo daqui 10 ou 15 anos? E no quanto as suas decisões de hoje vão impactar no seu futuro? Ou já pensou sobre o que é preciso fazer hoje para estar como você deseja daqui 10 a 15 anos? É preciso pensar a longo prazo.

Você com certeza já ouviu aquele jargão: “querer é poder”. Mas, se querer é poder, porque tantas pessoas continuam a conviver anos e anos com os mesmos percalços na vida? Muitas vezes por que elas não decidiram verdadeiramente pela mudança ou pela solução daquilo na sua vida.

Decidiu emagrecer?

Assim é com o processo de perda de peso. A decisão verdadeira de emagrecer é o primeiro passo para um resultado satisfatório. Decidir significa querer e também em seguida agir em prol do que se quer. A partir do momento em que você decide verdadeiramente, você se sente com o controle, tem na mão as rédeas do seu processo de emagrecimento.

Em seguida à decisão realmente tomada, você estabelecerá os padrões que guiarão suas ações, independente do que aconteça. Ou seja, se você decidiu de verdade emagrecer, você não cometerá exageros nos doces, não importa quantos bolos de aniversário lhe oferecerem, por exemplo.

Desculpas e justificativas sempre haverão. Mas, lembre-se: ou você tem desculpas, ou tem atitudes. “Vou comer só hoje”, “Não consigo mesmo emagrecer” ou “Este bolo parece delicioso, não consigo resistir”, “Tive que comer” – e tantas outras frases – talvez sejam apenas crenças limitadoras, pensamentos sabotadores e distorcidos tomando conta de uma “mente não decidida verdadeiramente”, de uma mente não atenta e não verdadeiramente atenta ou certa do seu objetivo.

Como as decisões são tomadas

As decisões normalmente são tomadas “do dia para a noite”, na verdade, em menos de 5 segundos, mas algumas atitudes precisarão de empenho e planejamento. Desde o momento em que você realmente decidir, começará a sentir as mudanças. O primeiro passo é decidir. Depois, entrar em ação, e então verificar se as suas estratégias estão funcionando ou não e, assim, revê-las e ajustá-las até atingir os objetivos. Afinal, você decidiu emagrecer!

Não é preciso ter medo de tomar a decisão errada, pois você pode, a qualquer momento, rever as decisões e mudar de rumo. Você não é obrigado a nada! Pode tomar as rédeas da sua vida e decidir o que é melhor para ela. Existem três decisões que controlam seu destino ou os seus resultados:
1- Suas decisões sobre o que focar;
2- Suas decisões sobre o que as coisas significam para você;
3- Suas decisões sobre o que fazer para criar os resultados que deseja.

E tudo começa com uma decisão tomada verdadeiramente! Assuma o controle! O poder da decisão é uma ferramenta que pode ajudá-lo a perder peso, mas também é algo que pode auxiliar em todos os aspectos da sua vida. Como você vai se sentir se decidir? Livre, vitorioso, feliz, capaz, admirado, orgulhoso…? Vamos lá, decida!!!

Um fator que pode estar atrapalhando a sua decisão é a maneira como você encara o emagrecimento. Para entender melhor isso, conheça a página do curso de emagrecimento Emagreça Motivado, um curso para emagrecer baseado na abordagem da nutrição comportamental.

Nutrição comportamental e mudança da relação com a comida: a melhor “dieta” para emagrecer.