A qualidade da alimentação após a cirurgia bariátrica é imprescindível, não apenas para o emagrecimento, mas também para a saúde do operado. Afinal, é preciso ter cuidado com diversos nutrientes, e esse cuidado deve ser maior dependendo da técnica cirúrgica utilizada.

Vamos saber mais sobre a qualidade da alimentação após a cirurgia bariátrica:

Equilíbrio da alimentação

É importante, gradativamente, incluir todos os grupos alimentares em sua alimentação, mesmo que seja em pequenas quantidades. Portanto, siga uma alimentação equilibrada, mesmo que baixa em calorias.

Limite o uso de alimentos gordurosos, como: manteiga, margarina, óleos, maionese, molhos, carnes gordas, frituras, requeijão, queijos amarelos e outros.

Cuidado com os doces. Os alimentos que contêm muito açúcar (geleias, mel, xarope de milho, leite condensado, refrigerantes doces concentrados como marmelada, goiabada e de figo, compota de frutas, chocolates e outros), pois são ricos em calorias e pode causar síndrome de dumping ou hipoglicemia reativa.

Escolha lanches nutritivos para fazer parte do seu plano alimentar, mas ao mesmo tempo, lanches que sejam prazerosos para você.

Não abuse de sucos, pois mesmo os sucos de frutas 100% puros, como o da laranja, são muito calóricos. Portanto, controle a ingestão destes, não excedendo a um copo ao dia.

Dê uma chance aos novos sabores e maneiras de se alimentar. Algumas coisas levam tempo para acostumar, e tudo bem. Contudo, tente ir adiante, mesmo que devagar, sem retornar aos velhos hábitos.

Faça exercícios regularmente. Para conseguir mantê-los na nossa vida, é muito importante em primeiro lugar fazermos algo que gostamos, e não apenas com o intuito que queimar calorias e gorduras. Saiba como incluir exercícios para emagrecer, de forma agradável e sustentável.

Nunca se acomode e cante vitória contra a obesidade. Os riscos de voltar a engordar sempre existem, ninguém está imune a engordar, muito menos quem já teve excesso de peso. Portanto, aprenda a manter o seu peso.

Mantenha o acompanhamento nutricional

Realize as visitas freqüentes à nutricionista para avaliar se sua perda de peso está adequada e se precisa fazer algum ajuste, bem como avaliar o uso dos suplementos.

Não deixe de usar seus suplementos e fazer seus exames regularmente. Uma carência grave de vitamina B12 por exemplo, uma das principais prejudicadas na cirurgia, pode deixá-lo temporariamente sem movimentos das pernas para você ter uma ideia.

O objetivo do acompanhamento nutricional é buscar o bem estar físico e emocional, através da seleção dos alimentos que contenham os nutrientes mais saudáveis e que estejam adequados às necessidades de cada indivíduo para que a rápida perda de peso não leve à desnutrição e carências sérias de nutrientes.

Comportamento alimentar

Após a cirurgia bariátrica, que tem como objetivo principal a melhora da qualidade de vida através da perda de peso, não só a parte clínica da nutrição tem um papel importante em função da quantidade e do tipo de alimentos a serem consumidos, mas também a nutrição comportamental.

Nutrição comportamental é a área da nutrição que estuda e auxilia as pessoas a resgatarem uma relação saudável com a comida. É preciso que reconhecer que as pessoas que fazem cirurgia bariátrica não chegaram à obesidade à toa: grande parte disso deve-se à relação emocional com a comida.

Portanto, não deixe de refletir a respeito do seu comportamento alimentar e sua relação com a comida, pois isso é determinante para o sucesso da sua cirurgia e emagrecimento. Aqui no site tem diversos posts sobre isso, se buscares pela categoria de posts “comportamento alimentar“.

De maneira geral, a principal mudança na alimentação após a cirurgia é uma diminuição importante na quantidade de alimentos consumidos diariamente devido a redução do estômago. Porém, outros cuidados com a alimentação, como o comportamento alimentar, são fundamentais, pois eles é que vão determinar a manutenção do peso depois.