Ao pesquisar na internet sobre o que fazer para má digestão, os que as pessoas mais buscam são soluções através de medicamentos ou chás, embora a alimentação também possa ajudar ou contribuir para a má digestão. Vamos ver mais sobre alimentação e má digestão?

Sintomas e causas de má digestão

Os sintomas de má digestão são  sensação de saciedade precoce, empachamento, distensão abdominal e dor de estômago. As causas podem ser tensão e estresse, transtornos emocionais, medicamentos, maior sensibilidade à dor, hábitos alimentares inadequados, hipocloridria (pouca produção de ácido pelo estômago).

Comportamento alimentar e má digestão

Comer rápido, mastigando mal, em ambientes agitados, beber muito líquido durante ou logo após comer são hábitos que podem contribuir para uma digestão dificultada. Portanto, convém cuidar os seguintes aspectos:

  • Beber líquidos entre as refeições, de preferência beber até 15 min antes e 30 min após a refeição;
  • Fracionar as suas refeições, comendo mais vezes ao dia, porém em menor quantidade cada vez para diminuir o trabalho para o estômago
  • Limão espremido em jejum pode ajudar as pessoas que sofrem de má digestão por produzirem pouco ácido;
  • Mastigar melhor para triturar os alimentos com os dentes e, assim, facilitar a digestão pelo estômago;
  • Respeite o seu estômago, ou seja, quando ele sinalizar que você comeu o suficiente, pare de comer, pois sua má digestão pode ser por exagero alimentar. Mas, se você fica estufado com quantidades pequenas de alimento e não consegue terminar as refeições, procure um médico gastroenterologista.

Como você pode ver, os aspectos comportamentais da alimentação, ou seja, a maneira como você come, é fundamental pois causa grande influência e, portanto, pode contribuir muito para a sua melhora!

Alimentos que podem causar má digestão:

Convém observar se alguns alimentos te causam desconforto, como:

Alimentos de difícil digestão porque fermentam:

Abacate, agrião, alho, alimentos gordurosos, banana d’água, batata-doce, bebidas gasosas, bebidas fermentadas tipo cerveja, brócolis, carnes gordas, cebola, creme de leite integral, couve-flor, couve, doces concentrados, embutidos, fava, feijão, frutas oleaginosas, goiaba, grão-de-bico, jaca, lentilha, melão, melancia, milho verde, molhos concentrados, nabo, ovo cozido, pepino, pimentão, queijos concentrados tipo Roquefort e parmesão, rabanete, refrigerantes, repolho, uva, vísceras.

Alimentos ricos em enxofre:

Agrião, alho, brócolis, batata-doce, cebola, couve, couve-flor, goiaba, jaca, leguminosas, melão, melancia, milho verde, nabo, ovo cozido, pepino, pimentão, rabanete, repolho, uva.

Alimentos ácidos

Frutas e sucos ácidos, molhos de tomate.

Observação: não deixe de consumir estes alimentos apenas por estarem nesta lista, pois além de serem na sua maioria saudáveis, nem todos os alimentos descritos podem realmente causar desconfortos gástricos em todas as pessoas.

São apenas alimentos potencialmente capazes de causar desconforto. Faça um diário para ajudar a identificar quais que podem te causar desconforto gástrico.

Alimentos gordurosos e má digestão

Evite alimentos fritos e gordurosos pois têm digestão lenta, bem como excesso de carnes vermelhas, especialmente carnes gordas e vísceras com molhos. Além disso, pode ajudar dar preferência a leite e iogurtes desnatados e queijos magros.

Outras dicas de alimentos para má digestão

  • Consumir  banana, pois estimula a produção do muco protetor do estômago;
  • Consumir mamão e abacaxi, pois contêm enzimas proteolíticas que ajudam na digestão das proteínas;
  • Tomar sucos verdes, pois são ricos em magnésio, nutriente que ajuda a regular a produção de ácido pelo estômago;
  • Dê preferência a vegetais cozidos, que são de mais fácil digestão por terem suas fibras abrandadas pelo cozimento;
  • Cuidado com chocolate; cafeína, refrigerantes e bebidas alcoólicas;
  • Evitar chás concentrados;
  • Evitar estresse durante as refeições
  • Se for comer sobremesas, seja doces ou frutas, comer porções pequenas.

Essas orientações não substituem consulta médica e com nutricionista especialista em gastroenterologia. É importante fazer um diagnóstico correto para que o tratamento seja correto, pois sua má digestão pode ter causas diversas. Nutrição e gastroenterologia: uma união muito importante!

Gostou desse post? Veja mais sobre intolerância à lactose, refluxo e hérnia de hiato.