Nutricionista Adriana Lauffer

como usar a enzima lactase

Como usar a enzima lactase

Como utilizar a enzima lactase de forma adequada? Muitas pessoas experimentam desconforto ao consumir lactose, mesmo quando utilizam a enzima, devido ao uso incorreto. A suplementação de enzima lactase foi desenvolvida pela indústria farmacêutica como uma solução para ajudar pacientes com intolerância à lactose. Ela pode ser especialmente útil em situações como refeições em restaurantes, festas ou quando desejamos consumir alimentos que contenham lactose. É importante destacar que não há restrições quanto ao uso da enzima, uma vez que se trata de um suplemento e não de um medicamento.

Prefere ver esse conteúdo em vídeo?

Como calcular a dose de enzima lactase?

No Brasil, é possível encontrar a enzima lactase disponível em forma de cápsulas e sachês. É importante observar, no momento da compra, a quantidade de FCC ALU (Unidades de Lactase) contida em cada cápsula ou dose. No mercado, é comum encontrar suplementos com 10.000 FCC, considerado um valor adequado para a digestão de uma refeição com produtos lácteos. No entanto, é recomendável buscar orientação profissional para determinar a quantidade de cápsulas ou sachês necessários para cada indivíduo, uma vez que o nível de intolerância e a quantidade de lactose nos alimentos podem variar.

A enzima deve ser ingerida aproximadamente 20 minutos antes do consumo dos alimentos lácteos. Mas, caso a refeição seja dividida em porções e haja um intervalo considerável entre elas, é recomendável consumir uma dose adicional entre as refeições. Por exemplo, em uma festa em que os pratos são servidos aos poucos, se houver um intervalo significativo até a sobremesa, o efeito da enzima pode diminuir, o que pode causar algum desconforto na digestão da lactose.

Alimentos e o teor de lactose

Alimentos com alto teor de lactose (100 g)Quantidade de lactose
Whey Protein4-8g
Leite condensado desnatado17,7g
Leite condensado integral14,7g
Queijo tipo Philadelphia aromatizado6,4g
Leite de vaca integral6,3g
Leite de vaca desnatado5,0g
Sorvete elaborado com leite5,7g
Iogurte natural5,0g
Queijo Cheddar4,9g
Molho branco (bechamel)4,7g
Leite achocolatado4,5g
Leite de cabra integral3,7g

Alimentos com baixo teor de lactose (100 g)Quantidade de lactose
Pão-de-forma0,1g
Cereais muesli0,3g
Bolacha de chocolate0,6g
Bolacha tipo Maria0,8g
Bolacha recheada1,8g
Manteiga1,0g
Queijo cottage1,9g
Queijo Philadephia2,5g
Queijo Ricotta2,0g
Queijo Mozzarella3,0g
Creme de Leite3,0g

Como calcular a quantidade de enzima lactase

A quantidade de lactose em 100g de alimento é fornecida na tabela acima, mas é importante lembrar que normalmente utilizamos medidas caseiras para determinar as porções. Portanto, é necessário fazer um cálculo aproximado para determinar a quantidade de lactose e enzima necessária com base na porção do alimento.

Por exemplo, se 100 ml de leite integral contêm 6,3 g de lactose, então uma porção padrão de 200 ml terá aproximadamente 12,6 g de lactose. A partir desse valor, você pode calcular a quantidade de enzima necessária. Digamos que você seja um adulto que irá utilizar o Lactosil, e 1 sachê para adultos contém 10.000 FCC ALU, capaz de digerir até 50 g de lactose. Isso significa que essa dose de enzima é suficiente para a quantidade de lactose presente nos 200 ml de leite que você irá consumir, visto que esses 200 ml contêm aproximadamente 12,6 g de lactose.

É fundamental ler sempre a bula da enzima que você estiver utilizando para verificar a quantidade de unidades de enzima presente na dose recomendada. Dessa forma, você poderá determinar a quantidade de lactose que pode ser consumida com aquela dose específica, e se será necessário tomar mais de uma dose. Lembre-se de seguir as instruções e orientações fornecidas na bula do produto e, se tiver dúvidas ou preocupações, consulte um profissional de saúde para obter orientações personalizadas e precisas.

Dieta para intolerância à lactose:

A dieta para intolerância à lactose consiste em evitar alimentos que contenham lactose ou consumi-los de acordo com a tolerância individual, juntamente com o uso de enzimas digestivas ou alimentos enzimados. Caso você opte por evitar completamente os alimentos com lactose, é importante buscar orientação nutricional para garantir a adequada ingestão de cálcio e vitamina B12 em sua dieta. Aqui estão algumas dicas extras a serem consideradas:

  • Em geral, alimentos com maior teor de gordura tendem a ter menor quantidade de lactose.
  • É possível ingerir alimentos que contenham até aproximadamente 10 gramas de lactose sem experimentar sintomas graves, mas é importante observar a sua própria tolerância e respeitar os sinais do seu corpo.
  • As quantidades de lactose podem variar entre diferentes marcas e produtos e, infelizmente, as indústrias alimentícias geralmente não fornecem informações detalhadas sobre o teor de lactose em seus rótulos. Portanto, as informações apresentadas são apenas uma média de referência.
  • Queijos envelhecidos tendem a ter menor quantidade de lactose em comparação com queijos frescos.
  • Fique atento aos ingredientes e verifique se há “soro de leite em pó” em produtos alimentícios, pois este é um ingrediente comumente usado e que pode conter lactose.

Por fim, é fundamental planejar sua alimentação em conjunto com um nutricionista, levando em consideração o seu grau de intolerância à lactose. Dessa forma, você poderá introduzir produtos sem lactose e/ou outras fontes de cálcio para manter uma alimentação equilibrada e saudável. Tenha em mente que o acompanhamento profissional ajudará a garantir que suas necessidades nutricionais sejam atendidas adequadamente.

Esse post te ajudou? Outros posts poderão ser úteis: Síndrome do intestino irritável, Dieta para refluxo gastroesofágico ou Hipocloridria.

Créditos da foto: site Minuto Saudável, post Lactose.