Nutricionista Adriana Lauffer

beef protein whey de carne

Whey protein de carne: qual a vantagem?

O whey protein de carne: qual a vantagem? O whey de carne, também conhecido como beef protein, é uma alternativa ao whey protein tradicional, sendo derivado da carne bovina.

Qual a vantagem de usar whey de carne

A principal vantagem, na minha opinião, considerando a minha área de atendimento, que é Gastroenterologia, é a digestão fácil do whey de carne: é geralmente bem digerido e absorvido pelo organismo.

Além disso, algumas pessoas relatam uma melhor tolerância digestiva em comparação com o whey protein derivado do leite. Portanto, isso pode ser especialmente relevante para pessoas com sensibilidade à lactose ou problemas digestivos relacionados a produtos lácteos.

Outras vantagens do whey de carne

Algumas outras vantagens de usar whey de carne incluem:

  1. Fonte de proteína completa: o whey de carne é uma fonte de proteína completa, o que significa que contém todos os aminoácidos essenciais necessários para a síntese de proteínas no corpo. Essa característica é importante para a recuperação muscular, síntese proteica e outros processos metabólicos.
  2. Alto teor de proteína: é conhecido por ter um teor de proteína relativamente alto. Isso pode ser benéfico para atletas, fisiculturistas e pessoas que desejam aumentar sua ingestão de proteínas para promover o crescimento muscular e a recuperação pós-exercício.
  3. Baixo teor de gordura e carboidratos: muitas formulações de whey de carne são relativamente baixas em gordura e carboidratos, o que pode ser vantajoso para aqueles que buscam uma opção de suplemento de proteína com menor teor calórico ou que seguem uma dieta com restrição desses macronutrientes.
  4. Diversidade de nutrientes: o whey de carne pode conter outros nutrientes benéficos encontrados na carne bovina, como vitaminas do complexo B, ferro, zinco e creatina. Esses nutrientes podem contribuir para a saúde geral, a função muscular e o desempenho atlético.

É importante destacar que cada pessoa tem necessidades nutricionais individuais, e a escolha do whey protein, seja derivado de carne, leite ou outras fontes, deve ser feita levando em consideração suas preferências alimentares, objetivos de saúde e restrições dietéticas. Consultar um profissional de saúde, como um nutricionista, pode ajudar a determinar a melhor opção de whey protein com base em suas necessidades específicas.

Como é produzido o whey carne?

O whey protein de carne é produzido a partir do processamento da carne bovina. O processo de produção envolve as seguintes etapas:

  1. Seleção da matéria-prima: a carne bovina é selecionada para garantir sua qualidade e segurança alimentar. Geralmente, são escolhidas carnes magras provenientes de fontes confiáveis.
  2. Moagem e extração: a carne é moída para facilitar o processamento e, em seguida, passa por um processo de extração. Isso pode envolver a utilização de técnicas como hidrólise enzimática ou tratamento térmico para quebrar as proteínas presentes na carne em fragmentos menores.
  3. Filtração e purificação: o extrato de proteína obtido passa por um processo de filtração para remover impurezas e resíduos indesejados. Esse processo ajuda a obter uma proteína mais pura e concentrada.
  4. Secagem e pulverização: o extrato de proteína é submetido a um processo de secagem, que pode ser por spray drying (secagem por pulverização) ou liofilização (processo de congelamento seguido de sublimação do gelo). Esse processo transforma o líquido em pó, preservando as propriedades nutricionais da proteína.
  5. Embalagem: o whey protein de carne em pó é embalado em recipientes, como potes ou sachês, para preservar sua qualidade e prolongar sua vida útil.

Vale ressaltar que diferentes marcas e fabricantes podem adotar processos específicos de produção, variando em algumas etapas do processo. Portanto, as técnicas exatas podem variar ligeiramente dependendo do produto e do fabricante.