Náusea dá uma sensação bastante desagradável, que pode levar ao vômito. Pode acontecer com as gestantes, pacientes em quimioterapia ou com indisposição gástrica. Nesses momentos, ajustar a alimentação para náusea vai contribuir que o paciente consiga se alimentar melhor. Veja abaixo:

Evite na alimentação para náusea

  • Refeições com odor forte;
  • Alimentos gordurosos, pois tornam o esvaziamento gástrico lento;
  • Excesso de alimentos cítricos, embora isso dependa da tolerância de cada indivíduo, pois alguns podem preferir alimentos cítricos;
  • “Pular” refeições, ficando muitas horas sem comer;
  • Beber líquidos durante as refeições, pois pode dar sensação de saciedade precoce e atrapalhar o apetite.

Prefira na alimentação para náusea

  • Realizar várias refeições ao dia, de pequeno volume;
  • Beber líquidos gelados e/ou quentes, embora isso dependa da tolerância de cada indivíduo;
  • Beber líquidos 30 a 60 minutos antes das refeições, para não atrapalhar o apetite;
  • Alimentos secos, simples e saborosos cairão bem, como biscoitos tipo cream-cracker, pão torrado;
  • Carnes magras e brancas, pois têm digestão facilitada;
  • Refeições simples, como sopas, macarrão, purês, arroz e batata;
  • Alimentar-se em local ventilado para evitar que odores fortes causem náuseas;
  • Repousar entre as refeições, na posição sentada;
  • Para enjôos matinais, consuma algum alimento seco antes de levantar da cama, como bolachas ou pão torrado;
  • O uso de balas e chá de gengibre pode ajudar a minimizar as náuseas;
  • Considerar sempre as preferências alimentares do indivíduo para estimular a alimentação;
  • Passado o período de náuseas, retomar a alimentação normal;
  • Se você é gestante e quer saber mais sobre alimentação, clique AQUI.

Nutrição e gastroenterologia: uma união muito importante!