Ai, beijar na boca ou falar próximo a alguém com desconfiança de estar com mau hálito é muito ruim, né! Quem já não passou por isso. Mas, há quem tenha mau hálito sempre e isso tem uma causa, e uma delas pode ser a alimentação.

Causas do meu hálito

O mau hálito pode correr devido a:

  • Períodos de repouso ou inatividade bucal;
  • Higiene bucal inadequada;
  • Longos períodos de jejum;
  • Tensão emocional;
  • Dietas muito restritivas;
  • Retenção de resíduos alimentares, bactérias e células mortas no dorso da língua.

Doenças que causam mau hálito

  • Doenças locais ou sistêmicas, como cárie dental, gengivite, periodontite, amigdalite;
  • Infecções pulmonares, estados febris, desidratação, podem gerar respiração bucal, xerostomia (boca seca por menor produção de saliva) e aumento de depósitos sobre a língua;
  • Insuficiência renal causa halitose de amônia (hálito urêmico);
  • Insuficiência hepática grave causa hálito de peixe ou “terra molhada”;
  • Diabetes descompensado causa hálito cetônico (adocicado);
  • Diarreia, gastroenterite, constipação, obstrução intestinal gera absorção pelo sangue e eliminação pelos pulmões dos produtos voláteis provenientes do conteúdo intestinal;
  • Eructações frequentes e regurgitação causa halitose com odor parecido com ácido sulfídrico;
  • Alterações no peristaltismo esofágico causa retorno à boca de resíduos alimentares, bactérias e células epiteliais descamadas que se depositam na língua favorecidos pela mucina;
  • Halitose em indivíduos sadios (idiopática) é de causa não detectada.

Mau hálito e alimentação

Alimentos que podem contribuir para o mau hálito:

  • Excesso de alimentos ricos em enxofre, como: agrião, couve, jaca, feijão, lentilha, ervilha, melão, melancia, milho verde, nabo, ovo cozido, pepino, pimentão, uva, couve-flor, rabanete, repolho, cebola, alho, brócolis, batata-doce, gengibre.
  • Ingestão excessiva de: café, álcool, leite e iogurte.

O que fazer quanto tem mau hálito

  • Descubra a causa do seu mau hálito para tratar o fator causal. Existem dentistas especialistas em halitose;
  • Fazer higiene local correta orientada por profissional, reduzir o intervalo entre as refeições, escovar dentes e língua após ingerir alimentos ricos em enxofre, bebidas alcoólicas e café;
  • Usar pastilhas mascaradoras do hálito (sem açúcar), pois o ato de mastigar aumenta a produção de saliva, diminuindo o odor.