Existe relação entre aftas e alimentação? Pode haver sim, mas também existem outras causas. Vamos saber mais sobre isso?

As possíveis causas das aftas:

O desenvolvimento de aftas pode ter várias causas. Veja:

  • Genética;
  • Exposição ambiental, podendo ser também exposição ambiental familiar;
  • Sistema imune debilitado;
  • Carência de vitamina B12 ou C, zinco, ferro, ou ácido fólico;
  • Reações alérgicas;
  • Bactérias bucais;
  • Doenças inflamatórias do trato gastrointestinal, como colites;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Estresse emocional;
  • Traumas locais, como mordidas acidentais (costumam ser a causa de 90% das aftas);
  • Pastas de dente que contenham sódio-lauril-sulfato;
  • Alimentos, como: chocolate, café, refrigerantes, tomate, abacaxi;
  • Cigarro;
  • Medicamentos, como aspirina;
  • Doença celíaca – caso não descubra a causa de tantas aftas, consulte um gastroenterologista.

Tratamento para aftas

Normalmente o tratamento é feito com aplicação de pomadas para uso oral com analgésicos. Em casos mais graves, se faz uso de anti inflamatórios ou medicamentos para reduzir a acidez estomacal. Bochechar solução com bicarbonato de sódio diluído em água ou chá de malva também podem ajudar. Consultar estomatologista ou dentista.

Alimentação e aftas

Evite alimentos ácidos ou muito condimentados, consulte um nutricionista para adequar a sua alimentação, faça exames para checar seu estado nutricional e corrigir possíveis carências de nutrientes.