Dicas para a família auxiliar a criança que precisa emagrecer

Mãe, pai, avós, tios, primos… Todos devem conscientizar-se de que a criança está acima do peso e todos terão que ajudá-la a enfrentar essa situação, pois no futuro a obesidade lhe causará sérios problemas de saúde e poderá influenciar negativamente os relacionamentos.

· O apoio de toda família é fundamental.

· O ideal é que toda a família melhore os hábitos alimentares. Os pais são sempre o exemplo para a criança.

· Converse com os familiares, que costumam prejudicar e burlar o tratamento.

· A mãe ou responsável deve servir o prato nas quantidades de alimentos indicadas ou a criança deve ser supervisionada para realizar essa tarefa.

· Não tenha na geladeira ou nos armários alimentos que devem ser evitados. Também não compre tais alimentos. Lembre-se de que não é a criança que vai ao supermercado.

· A criança está reclamando de fome e não é hora das refeições? Ofereça frutas. Se ela não quiser, deverá esperar a próxima refeição e comer a quantidade indicada. Se for fome mesmo, ela comerá fruta. Lembre-se de que comer/beliscar fora de hora é muito prejudicial.

· Não ceda ao choro e “chantagens” da criança quando ela pede mais comida. Lembre-se de que isso não é fome, e sim vontade de comer ou gula.

· A criança vai ficar irritada, chorosa, vai brigar e reclamar. Isso é normal. Mudar hábitos alimentares não é tarefa fácil nem para os adultos. Apóie e ajude.

· Converse com a criança, mas seja firme! Não desista! Fique certo de que ela vai lhe agradecer no futuro!

Essas orientações não substituem o acompanhamento nutricional.

By |2017-03-01T12:16:46+00:0029/02/2016|Categories: Nutrição Infantil|Tags: , , , , , |