Muitas pessoas querem perder peso, mas não estão suficientemente motivadas para realmente seguir o plano alimentar. O emagrecimento não acontece da noite para o dia, portanto, se você estiver verdadeiramente motivado, se emagrecer for realmente desejante, tudo fica mais fácil!

Porque quero emagrecer?
Uma das coisas mais importantes é você saber por que você quer emagrecer. Quer sentir-se mais bonita(o)? Ou até mesmo tornar-se mais saudável? Faça essa pergunta para você mesmo e pense no quanto isso é importante para você, escreva a sua lista de vantagens de emagrecimento, e escreva a de desvantagens também, para então escrever soluções para essas desvantagens. Ah, você não vê desvantagens em estar mais magro? Então por que ainda está acima do peso…? 😉 Tem sim “desvantagens”, como: deixar de comer as coisas que gosta, ter que se esforçar, ter que cozinhar mais, não comer quando estou frustrado… os pacientes dizem coisas assim quando aplico a técnica Perdas e Ganhos. Cada um tem as suas “perdas” e isso pode gerar conflito quando o paciente não as tem claras… Portanto, identifique também quais são as perdas e crie soluções para elas.

Tenha metas de curto, médio e longo prazo.
A meta de longo prazo pode ser, por exemplo, o número de quilos que você quer emagrecer, mas tenha em mente tempo que isso levará. Metas de médio e curto prazo podem ser, por exemplo, o quê você está fazendo hoje que o fará chegar ao objetivo estabelecido em longo prazo. Lembre-se: Não existe meta impossível, apenas prazo mal colocado. E se você se desmotiva com o tempo que vai levar, procure focar nas metas de curto prazo. Vamos fazer uma analogia: quando você iniciou a faculdade, ficava pensando nos anos que levaria? Não né… é desmotivante! Você pensava sempre no próximo semestre! Com o emagrecimento é parecido! 🙂

Tenha uma companhia.
Outra ótima maneira de se manter motivado é ter um amigo por perto que esteja querendo perder peso igual a você, assim vocês poderão fazer os exercícios juntos, compartilhar receitas e dicas, ajudar um ao outros em momentos difíceis ou de desânimo. Ter um amigo por perto pode fazer uma grande diferença e torna as coisas bem mais fáceis. 😀

Registre!
Outra dica que pode ajudar bastante é ter um diário para anotar a evolução do seu emagrecimento e das suas atividades, isso pode ajudar muito a te manter motivado e super importante, te manter conectado e atento com certas atividades que são importantes, como ir ao supermercado, separar os lanches, e com certos hábitos, como regularidade de exercício, de consumo de sobremesa, de água. Às veses peço para o paciente fazer um diário ou fazer uma tabela de frequências, para marcar com um X quantas vezes por semana foi ao exercício ou comeu doce, e assim ele tem uma visão mais dinâmica, objetivo e concreta desses hábitos. Tem gente que gosta de tirar fotos do corpo para acompanhar a evolução, o que também é bem motivante.

Sobre exercícios
Se for possível dê prioridade para exercícios no horário que você mais se sente bem para fazer, e priorize exercícios que goste e sinta prazer em primeiro lugar, para que seja algo agradável e sustentável, e não algo enfadonho ou desgastante. Feito isso, crie estratégias que funcionem para não burlar, como: se fizer a noite, ir direto do trabalho, já colocar a roupa de academia logo que acorda se fizer de manhã. Mais 3 dicas: procure manter os horários, sem ficar marcando outros compromissos, não fique dando muita atenção/valorizando aos pensamentos sobre não ir, não compense no exercício exageros alimentares cometidos previamente, pois fazer exercício não deve servir de chicote para nada. 😉

Em última análise, o sucesso e o fracasso quando se trata de emagrecimento depende da sua motivação. A motivação é um fator essencial. Procure sempre se automotivar, mantendo claro na sua mente os motivos, os ganhos, os benefícios e tenha paciência consigo mesmo. Isso vai facilitar e muito não só a reeducação alimentar, mas tudo que fizeres na vida. 🙂

Esse texto foi escrito baseado na minha forma de trabalho: coaching e abordagem cognitivo comportamental para reeducação alimentar e emagrecimento.