Que tal algumas dicas para que você desfrute das refeições japonesas sem prejudicar o processo de emagrecimento? Porque sabemos que confraternizar e comer o que se gosta também é muito importante…

Quando a gente começa a entender que não precisamos necessariamente abrir mão do que gostamos de comer em prol do emagrecimento, a vida fica mais leve e fácil. Basta aproveitar as oportunidades com equilíbrio!

Confira abaixo:

  • Prefira restaurantes à la carte, porque além de comer com mais qualidade, você faz escolhas mais conscientes. Ao optar por buffet livre de sushi, naturalmente você se sentirá mais impelido a servir mais variedades e quantidades e acabará comendo quantidades desnecessárias.
  • Não chegue ao restaurante faminto. A ideia de não comer lanche da tarde por que sabe que vai exagerar no restaurante não ajuda muito. Mantenha sua alimentação normal durante o dia, faça o seu lanche para chegar lá com uma fome normal. Lembre-se que comer bem não significa comer muito, mas sim com qualidade, e que se você exagerar sairá do restaurante arrependido.
  • Na hora de escolher, prefira combinados com metade da porção de sushi e metade de sashimi. Em torno de 15 peças são o suficiente para matar uma fome média, comer com prazer e sem gula, sabia? 
  • Lembre-se que você poderá comer sushi sempre que quiser, então não há motivos para comer como se fosse a última vez. Inclusive, é justamente a restrição, a proibição de não comer que gera o descontrole quando a pessoa finalmente se autoriza a comer. E aí acaba em exagero, consequentemente sentimentos de culpa e descontrole, o que leva a uma nova restrição. Pense  sobre isso.
  • Evite ou sirva-se de menos peças “hots” ou com muito cream cheese. As preparações fritas e com excesso de gordura trazem consigo um excesso de calorias! Portanto, priorize peças mais naturais. O sashimi é a melhor escolha possível. Proteína de altíssima qualidade! 
  • Prefira o shoyu light. Estes molhos possuem muito sódio, mesmo a versão light tem sódio demais, e pode ser o “culpado” da retenção de líquidos que você sente no dia seguinte.
  • Depois do sushi, um chazinho com ação diurética (como cavalinha, chapéu de couro) sempre cai bem. 

São pequenas adaptações que poderão contribuir bastante no contexto geral. Ao priorizar boas escolhas, você se sentirá mais leve e feliz, porque terá agido de acordo com suas metas maiores.

Para finalizar, confira o valor calórico dos principais tipos de sushi e outros pratos de comida japonesa:

Fonte da ilustração: Blog da Mimis.