Leite integral, semi desnatado e desnatado: conheça as diferenças!

Se você não tem intolerância à lactose, sensibilidade ou alergia à proteína do leite de vaca, aprecia leite e faz questão de tê-lo no plano alimentar, é interessante que conheça as principais diferenças entre as opções disponíveis no supermercado.

Confira abaixo as informações completas sobre cada um e escolha o melhor para você.

Leite integral:

O leite integral é o que contém mais gordura (mínimo de 3% de sua composição). Ele se chama “integral” justamente porque mantém integralmente toda gordura antes de ser industrializado. Devido a isso, sua textura líquida é mais cremosa e densa. 

Leite semi desnatado:

O leite semi desnatado é o tipo de leite intermediário entre o integral e o desnatado. No processo de fabricação, parte da gordura é retirada, mantendo estes níveis entre 0,6 e 2,9%. É um leite mais leve em comparação ao integral.

Leite desnatado:

O leite desnatado é o que possui menos gordura. Porém, ele não contém as vitaminas A e D presentes no integral, porque o processo de retirada da gordura ocasiona essa perda.

De qualquer forma, ele mantém as quantidades de proteínas, fósforo, potássio e demais nutrientes, sendo uma boa opção para consumo no processo de emagrecimento.

É bem mais líquido (e também mais leve) que as demais versões.

Observações:

É importante destacar que o cálcio é mantido nas três versões. Tanto o desnatado quanto o semi e o leite integral possuem a mesma quantidade. O que é perdido no leite desnatado são as vitaminas A e D, pois são solúveis na gordura e esta é retirada.

Além disso, vale lembrar que: quanto mais natural, melhor! O leite orgânico (aquele retirado direto da vaca) é nutritivo e livre de aditivos e adulterações, enquanto o da indústria passa por uma série de processos, alterando a qualidade nutricional deste alimento. 

Se você tem a oportunidade de consumir leite orgânico, conhecendo sua procedência, priorize-o. Sua saúde e a natureza agradecem! 🙂