Saiba as causas da halitose (mau hálito) e como a alimentação pode ajudar

Ai, beijar na boca ou falar próximo a alguém com desconfiança de estar com mau hálito é muito ruim, né! Quem já não passou por isso. Mas há quem tenha mau hálito sempre, e isso tem uma causa e na grande maioria dos casos, também têm solução e a alimentação pode ajudar. O mau hálito pode correr devido a períodos de repouso ou inatividade bucal, higiene bucal inadequada, longos períodos de jejum, tensão emocional, dietas muito restritas, retenção de resíduos alimentares, bactérias e células mortas no dorso da língua. Mas podem ser um sinal de algum problema de saúde também:

Doenças locais ou sistêmicas, como cárie dental, gengivite, periondontite, amigdalite, infecções pulmonares, estados febris, desidratação, podem gerar respiração bucal, xerostomia ( boca seca por menor produção de saliva) e aumento de depósitos sobre a língua. Insuficiência renal causa halitose de amônia (hálito urêmico). Insuficiência hepática grave causa hálito de peixe ou “terra molhada”. Diabetes descompensado causa hálito cetônico (adocicado). Diarréia, gastroenterite, constipação, obstrução intestinal gera absorção pelo sangue e eliminação pelos pulmões dos produtos voláteis provenientes do conteúdo intestinal. Eructações freqüentes e regurgitação causa halitose com odor parecido com ácido sulfídrico. Alterações no peristaltismo esofágico causa retorno à boca de resíduos alimentares, bactérias e células epiteliais descamadas que se depositam na língua favorecidos pela mucina. Halitose em indivíduos sadios (idiopática) é de causa não detectada.

SERIA INTERESSANTE EVITAR/OBSERVAR
– Excesso de alimentos ricos em enxofre: agrião, couve, jaca, feijão, lentilha, ervilha, melão, melancia, milho verde, nabo, ovo cozido, pepino, pimentão, uva, couve-flor, rabanete, repolho, cebola, alho, brócolis, batata-doce, gengibre.

– Ingestão excessiva de: café, álcool, leite e iogurte.

PREFERIR

– Tratar o fator causal.

– Fazer higiene local correta orientada por profissional, reduzir o intervalo entre as refeições, escovar dentes e língua após ingerir alimentos ricos em enxofre, bebidas alcoólicas e café.

– Usar pastilhas mascaradoras do hálito (sem açúcar), pois o ato de mastigar aumenta a produção de saliva, diminuindo o odor.

By | 2016-09-15T16:55:11+00:00 20/01/2016|Categories: Alimentação, Bem Estar, Nutrição e Saúde|Tags: , , , , |