Seu colesterol total e triglicérides estão aumentados? Saiba quais alimentos evitar

Quando temos colesterol ruim e triglicérides aumentados ao mesmo tempo chamamos de dislipidemia mista. Nesse caso, devemos cuidar tanto as gorduras quanto os carboidratos.

PREFIRA:

  • Carne bovina (coxão-duro e patinho) e suína apenas 2 vezes por semana;
  • Carnes gordas de peixes (salmão, sardinha, cavala, atum, anchova) 1 vez por semana ou mais. Cuidado com os peixes de cativeiro, pois não são fonte de ômega 3, procure comprar peixes pescados;
  • Carnes magras de aves, preferencialmente peito, nas demais vezes;
  • Laticínios desnatados (leite, queijos, cottage e iogurtes);
  • 1 porção de oleaginosas ao dia (castanhas, nozes, amêndoas ou macadâmia, sem sal)
  • Consumir abacate com mais frequência pela gordura benéfica que contém;
  • 1 colher de sopa de aveia ao dia, melhor farelo ou flocos finos do que flocos grossos e/ou 1 colher de sopa de sementes de linhaça triturada;
  • Cereais integrais (pão integral, arroz, biscoitos, macarrão);
  • Consumir leguminosas diariamente (feijões e lentilha sem gordura, ervilha, grão-de-bico, vagem);
  • Azeite de oliva extra-virgem em vidro âmbar e de acidez menor que 1%. Usá-lo sempre frio em cima da comida, salada, sanduíches e óleo de arroz ou algodão para cozinhar os alimentos;
  • Preferir usar opções mais saudáveis de cobertura para pão (veja aqui no blog “receitas de pastas para pão” e “opções mais saudáveis que a margarina” na categoria de posts “receitas”);
  • Frutas (3 unidades ao dia) e vegetais crus em abundância.

EVITE:

  • Alimentos ricos em gordura saturada e/ou colesterol, como bacon, toucinho, linguiça, carnes gordas, pele de aves, óleo e leite de coco, manteiga, azeite de dendê, creme de leite, laticínios gordos, queijos amarelos, embutidos como mortadela, salame.
  • Alimentos ricos em gordura trans, como margarinas comuns, sorvetes, chocolates, biscoitos recheados, alimentos industrializados, pré-cozidos e congelados;
  • Frituras, gratinados e preparos sauté;
  • Bebidas alcoólicas, refrigerantes e bebidas adoçadas;
  • Sucos de frutas concentrados, mesmo naturais – prefira comer as frutas;
  • Cereais refinados (alimentos feitos com farinhas brancas);
  • Misturar carboidratos na mesma refeição;
  • Excesso de açúcar e doces em geral.