Dicas para alimentação no Carnaval!

Fazer refeições leves no carnaval é essencial para manutenção da energia mental e muscular, mas a maioria das pessoas esquece este importante fator e exagera na alimentação. E como o que acontece geralmente também é o consumo exagerado de bebida alcoólica, essa combinação pode ser um desastre para o organismo.
O ideal é fazer as três principais refeições (café da manhã, almoço e jantar) e lanches leves nos intervalos. Então, abaixo estão algumas dicas de refeições leves para um dia de carnaval.

Programe-se de acordo com o horário das suas festas:

No café da manhã, consuma cereais integrais, frutas e adicione proteínas, como ovos, queijos brancos. Um suco desintoxicante e energizante também é interessante! (Clique AQUI e AQUI para ver dicas)

Para almoço e jantar, prefira refeições equilibradas e leves, de fácil digestão. Uma boa salada, uma proteína de fácil digestão, como ovos, peixes ou frango, uma leguminosa, e uma boa fonte de carboidrato, como batata doce ou inglesa, macarrão, mandioca, arroz também é claro! Assim você terá energia para pular carnaval!

Reforçando: antes de sair para a folia, alimente-se! Mas, evite alimentos muito pesados e gordurosos, pois retardam o processo de digestão, deixando aquela sensação de estufamento.

Os lanches dos intervalos e durante a folia devem ser nutritivos e práticos e vão garantir energia para pular até o amanhecer. Barra de cereais (escolha aquelas sem adição de açúcar e xarope, para que você não tenha quedas de energia), frutas frescas ou secas, sucos naturais.

Beba muito líquido durante a folia. É preciso se hidratar corretamente para manter a energia, evitar desidratação e ressaca. Além da água, opte também por água mineral (por questões higiênicas), água de coco, suco de frutas ou então isotônicos para reposição dos minerais perdidos com a transpiração excessiva.  Caso o objetivo seja não sair (muito) da dieta, bebidas alcoólicas devem ser consumidas com bastante moderação.

Falando em bebida alcoólica, não é a forma de produção da bebida (destilada ou fermentada) que deve ser levada em consideração, mas sim o teor alcoólico. Muitas vezes uísque ou vodka misturados com refrigerante podem apresentar menor teor de álcool do que uma cerveja ou vinho.

Reforçando: o consumo de bebidas alcoólicas nunca deve ser com o estômago vazio. Para isso, intercale os drinks com água e lanches, que você pode levar na bolsa, conforme dicas acima, afinal, deve-se ingerir algum alimento pelo menos a cada duas horas de folia. O problema, muitas vezes, é a escolha do alimento que, por questões higiênicas, podem trazer contra-tempos.

Então, para evitar problemas de saúde, como intoxicação alimentar, leve para a festa alimentos fáceis de carregar, rápidos e práticos de consumir, que irão repor as suas energias, como barra de cereais, frutas liofilizadas ou secas e sucos de frutas, sachês de mel. Não fique mais de 4 horas sem comer.

Mas, se preferir comer fora de casa, dê preferência a sanduíches leves (sem frituras e condimentos, por exemplo) feitos na hora ou alimentos industrializados, pois assim previne-se o risco de uma intoxicação ou uma toxinfecção alimentar. Quanto à higiene do estabelecimento, se possível, não consuma os famosos churrasquinhos, cachorros-quentes, queijos-coalho e frituras: estes alimentos são um carnaval à parte para microrganismos que fazem mal à saúde.

Algumas dicas podem ser valiosas quando for consumir alimentos fora de casa:

– Observe as condições de higiene e a limpeza do ambiente/estabelecimento;

– Observe a higiene do vendedor (se ele manuseia o dinheiro e o alimento sem lavar as mãos, por exemplo);

– Não consuma aquele queijo que já está amarelado e mais rígido (a proliferação de bactérias já é visível, nesse caso);

– Não ignore seu olfato: se algo não cheira bem, é porque não deve estar bem.

E você pode estar pensando: “e se eu abusar da bebida alcoólica?”

Bem, quem abusar de bebida alcoólica durante o carnaval, como contornar a situação e curtir o resto da folia?

Para evitar a ressaca, 2 cuidados são importantes:

1) beber água ao longo da noite. Bebidas isotônicas também são ótimas, porque têm açúcar, reidratam, não têm gás e são saborosas. Sucos de frutas e água de coco também são boas opções.

2) não permanecer em jejum. É importante se alimentar antes de beber. Beber em jejum pode causar desconforto, enjoo, tontura, entre outros sintomas e situações desagradáveis como náuseas, vômitos e dores de cabeça.

Tomar soro caseiro é uma forma de tentar contornar a situação para curtir o resto do feriado. Auxilia na hidratação e fornece açúcar de fácil absorção para recuperar as energias. É fácil de preparar e o ideal é tomar pelo menos 1 litro.

Receita de Soro Caseiro:
– 1 copo de água filtrada ou fervida;
– 1 colher de chá de sal;
– 3 colheres de chá de açúcar.

Além do soro caseiro é preciso se alimentar bem, com refeições leves, como saladas, carnes brancas grelhadas, grãos integrais e frutas, e nunca se esquecer da hidratação. A água é fundamental para o bom funcionamento do corpo como um todo.

Importante! As bebidas alcoólicas são muito calóricas e aumentam a diurese, o que pode elevar o risco de desidratação. O consumo de água proporciona a eliminação mais rápida dos metabólicos do álcool.
Mais importante ainda: quem está querendo emagrecer e quer manter a dieta no Carnaval, uma saída seria beber 50% menos em relação ao que está habituado a beber nesse feriadão!

Ao chegar em casa depois da folia

Ao final das festas, o consumo do chá de boldo auxilia o trabalho do fígado, órgão encarregado da sensação de ressaca. Pode beber gelado com folhas de hortelã, ou com suco de limão. O limão é bem-vindo em todas as bebidas neste período: rico em vitamina C, que é um antioxidante e ajuda a combater os “males” causados pela folia. Outras fontes de vitamina C: laranja, acerola, kiwi, manga e tomate. Também é indicado comer castanha do Pará diariamente, Por ser rica em selênio, outro ótimo antioxidante, protege o organismo dos excessos. Uma unidade já seria suficiente, pela alta concentração do mineral.

Nos dias seguintes à festa, procure recuperar as horas de sono perdidas e aproveite para repousar. Além do descanso, é necessário também se alimentar com bastante frutas e legumes, que são alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, possuem baixo valor calórico e repõem os principais nutrientes eliminados no suor;

Já, quando voltar, na quarta-feira de cinzas, caso o estômago esteja “reclamando”, a dica é fazer refeições leves e de fácil digestão. Se a ideia é repor as energias, a dica são os carboidratos outra vez, preferencialmente de baixo índice glicêmico, por serem mais saudáveis e evitar picos de glicemia.

By | 2017-03-01T12:21:19+00:00 28/02/2016|Categories: Bem Estar|Tags: , , , |