Como não engordar (muito!) nas férias?

Quando você pensa em viajar, curtir um período de férias e diversão em família ou com os amigos, pensa logo em quantos quilos tudo isso irá lhe render? Saiba que não precisa ser assim! É possível reprogramar a sua mente para curtir as férias sem voltar com vários quilos a mais!

Obviamente, o planejamento é fundamental. Antes de viajar, você planeja os dias que ficará fora, o que irá levar, como chegará ao seu destino, não é mesmo? Da mesma forma, é preciso planejar a sua alimentação com antecedência.

Você não precisa, no entanto, começar a pensar negativamente que estará em férias e em privação. Também não é esse o objetivo! O objetivo é sempre o “caminho do meio”. Faça as suas exceções. Você pode, por exemplo, planejar que irá comer algumas calorias extras por dia (cerca de 100 é o ideal). Ou, então, programar que no último dia das férias se permitirá comer algo que seu plano alimentar não permite.

Pode ser que você adquira algum peso extra nas férias, mas certamente será melhor do que perder totalmente o controle da sua alimentação, pois a retomada pode ser ainda mais difícil ao retornar à rotina normal.

Estratégias mentais e comportamentais

Defina a estratégia que deseja seguir. Se você prefere beber com os amigos, talvez tenha que abrir mão da sobremesa. Lembre-se que, se estabelecer regras muito rígidas, maiores serão as chances de você jogar tudo para o alto e não seguir nada do seu plano alimentar.

Muitas pessoas pensam que não se divertirão nas férias se não puderem comer tudo o que quiserem. Porém, a questão é o bom senso. Você não precisa ficar em privação total, pode abrir exceções e comer algumas coisas que gosta. Você realmente acha válido “chutar o pau da barraca” e jogar fora todos os esforços que fez até o momento? Procure “diluir” o prazer das férias prestando atenção também em outros aspectos, como: a viagem em si, o local onde você está (casa, hotel, resort…), a companhia, conhecer lugares novos, descansar, os passeios oferecidos pelo local… Então, uma parte apenas de todo esse prazer será o prazer de comer, de comer alimentos diferentes.

Além disso, você pode manter o exercício, especialmente se o seu destino for um lugar como uma praia, por exemplo. Você pode (na verdade deve) levar lanches com você para a viagem e até mesmo para comer durante a sua estadia de férias, ou comprar no supermercado local para garantir os lanches intermediários, assim você evita de chegar faminto no almoço e no jantar. Quando estamos famintos, não conseguimos pensar em fazer boas escolhas e temos dificuldade de respeitar o estômago (comemos até ficar estufados). Outra dica importante é, se você fica ansioso ou entediado com longas horas de viagem, é conveniente levar uma atividade para se distrair, como livro, música, palavras-cruzadas… e não acabar comendo para acalmar a ansiedade ou para se distrair!

Quando voltar para casa, não se culpe se ganhou um pouco de peso, se este ganho era planejado. Apenas retome a sua rotina e o seu planejamento o quanto antes. Não tente perder rapidamente o excesso de peso fazendo dietas restritivas, apenas volte aos seus comportamentos funcionais em relação à alimentação. Planeje o que irá comer e coma conscientemente, e volte ao nutricionista logo para retomar o foco, a organização e a motivação!