A importância dos pais na alimentação dos filhos!

Podemos perceber atualmente que a silhueta das crianças está cada vez mais rechonchuda… Hoje, no Brasil 22% delas são consideradas com sobrepeso (peso entre 10 e 15% acima do ideal) e 6% são consideradas obesas (peso acima de 15% do ideal). Nos Estados Unidos, 10% apresentam sobrepeso e 10% apresentam obesidade.
Isso está acontecendo por que as crianças estão cada vez mais consumindo alimentos e bebidas industrializadas, que são geralmente muito calóricas e nada nutritivas. Associado a isso, há o sedentarismo predominante.
É urgente a necessidade de mudar os hábitos alimentares das crianças, no entanto, essa decisão não tem como partir dos pequenos, pois não possuem autodeterminação suficiente para tal. Essa decisão só pode partir dos pais.
A mudança de hábitos alimentares para hábitos saudáveis com certeza implica em maior trabalho doméstico de preparo dos alimentos, enfim… No entanto, tão logo já se pode sentir o imediato bem estar que provoca uma alimentação mais natural. Sem falarmos no impacto positivo na saúde, em curto ou longo prazo.
Não são as crianças que decidem a lista do supermercado e, sim, os pais. Apenas os pais têm o poder de decisão quanto à alimentação que realizam e oferecem aos filhos. Por onde começar? Comece dando o exemplo aos seus filhos, cuidando da sua própria alimentação.
As escolas estão cada vez mais conscientes, modificando os lanches oferecidos e incentivando bons hábitos alimentares. No entanto, essa não é uma função apenas da escola, é também um dever da família.
Fique certo de que, no futuro, seu filho lhe agradecerá!

By | 2017-03-01T12:19:52+00:00 29/02/2016|Categories: Nutrição Infantil|Tags: , , , , , |